VÍDEO VENCEDOR DO “CURTA ENEDINA” SERÁ EXIBIDO NO CINECLUBE DA CASA DE CULTURA JONAS E PILAR NA PRÓXIMA SEXTA (20)



O Cineclube da Casa de Cultura Jonas e Pilar desta sexta-feira, 20 de abril,  exibe a partir das 18:30h, o filme O Luau de Macuco: resgatando a cultura de Buerarema. O vídeo foi o vencedor da I Mostra de Curtas Metragens do Colégio Estadual Enedina Oliva- CEEO que fez parte do projeto “CURTA ENEDINA: O CEEO na 7ª arte” idealizado pelo professor Willan Januário e conta com direção de Mariana Reis e montagem de Isabelle Carvalho. Duração 5 minutos.

Além do curta, o Cineclube também irá exibir o filme Nise – O Coração da Loucura- direção: RobertoBerliner/2016. Um drama baseado em uma história real, no qual uma  psiquiatra, a doutora Nise da Silveira (Gloria Pires) propõe uma nova forma de tratamento aos pacientes que sofrem da esquizofrenia, eliminando o eletro choque e lobotomia. Seus colegas de trabalho discordam do seu meio de tratamento e a isolam, restando a ela assumir o abandonado Setor de Terapia Ocupacional, onde dá início a uma nova forma de lidar com os pacientes, através do amor e da arte.

O Cineclube  tem como objetivo principal a realização de atividades de exibição e debate. Além de contribuir para a cidadania cultural e a formação de novos públicos, ampliando a percepção e a experiência do espectador,  tem pauta marcada todas as sextas-feiras, sempre no mesmo horário, e a entrada é franca.
O evento faz parte da programação do Edital de Apoio a Ações Continuadas de Instituições Culturais 2017/2020, realizado pelo Instituto Macuco Jequitibá, que tem o apoio financeiro do Governo do Estado através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia e apoio institucional da Prefeitura de Buerarema.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br