A FRUIÇÃO DA MOSTRA JAPONESA DO CINECLUBE NA CASA DE CULTURA

Por Lucas Rosário

Quem frui completa a obra. Na fruição de um filme é possível ressignificar os movimentos de imagem e som observados e absorvidos quase que infinitamente.

Talvez isso inclua olhar os personagens por cima da redoma narrativa, se empatizar pelos personagens em excesso, contentando-se apenas com a solução da história pode limitar a gama de possibilidades interpretativas que levem à algum tipo de aplicação pessoal. Consiste no exercício de colocar o conteúdo exposto em contato com o seu tempo e lugar.

Ao conhecer um pouco da produção cinematográfica de cada nação temos a oportunidade de colocar em conflito as divergências culturais para extrair o que é essencial no humano, alguma espécie de cinema antropológico.

Japão – A Terra do Sol Nascente

O Japão é um arquepélago de 6.852 ilhas, sendo as quatro maiores correspondentes a 97% do território nacional. Na sua história; os Imperadores descendentes de Amaterasu, Deusa do Sol e do Universo, o Xintoísmo orgânico, os jardins e os bonsais, a espada e o arroz.  E em 1945 uma bomba que fez florescer o Japão da paz. Há muito que se aprender desde suas primeiras civilizações há 14 mil anos atrás, como a reverência à natureza num momento em que caminhamos para a autodestruição, como de sua contemporaneidade, ao observar como o país assimila a economia e a cultura pop à seus modos de vida milenares.

A Mostra Japonesa do Cineclube Macuco da Casa de Cultura Jonas & Pilar exibiu em Maio os filmes A Serpente de Junho de Shinya Tsukamoto, Império dos Sentidos de Nagisa Ōshima e Sonhos (Akira Kurosawa), segue a programação completa de Junho:
03-06 Em sua Marca e Hausu

Em Sua Marca
Direção: Hayao Miyazaki
Duração: 7 min
Gênero: Animação

Sinopse: Depois de um desastre nuclear na Terra, toda a população se abrigou em cidades protegidas. Em meio a uma sociedade sem liberdade alguma, dois policiais tentam salvar uma prisioneira.*




Hausu

Direção: Nobuhiko Ōbayashi
Duração: 1h27min
Gênero: Tragicomédia

Sinopse: Gorgeous estava excitada com a ideia de passar as férias de verão com o seu pai, até descobrir que a namorada dele iria junto. Então, ela decide ir a casa no campo de sua tia, levando consigo suas amigas de escola – Fantasy (que gosta de tirar fotos e devaneia a maior parte do tempo), Kung Fu (que tem ótimos reflexos), Sweet (que adora limpar), Prof (uma super nerd), Mac (que come muito) e, Melody (uma musicista). Chegando a casa, eventos bizarros começam a ocorrer e as garotas começam a desaparecer uma a uma enquanto descobrem o segredo por trás de toda a aparente loucura. Tudo isso em um tom satírico e por vezes surreal.



10-06 Sopa de Gato e Patriotismo/ Rito de Amor e Morte

Sopa de Gato
Direção: Tatsuo Sato
Duração: 34 minutos
Gênero: Animação

Sinopse: Um gatinho vive os pais e a irmã. Enquanto brinca com um carrinho na banheira de sua casa ele cai na água e começa a se afogar. Nisto, sua irmã está deitada em um colchão, à beira da morte. Enquanto luta para escapar do afogamento, o espírito do gatinho vê ninguém menos do que a Morte, buscando a alma de sua irmã para levá-la ao "outro lado". Ele consegue resgatá-la de seus braços e trazê-la de volta ao mundo dos vivos. O problema é que a Morte deixou-a em estado semi-zumbi, com o olhar morto e completamente alienada em relação ao que acontece ao seu redor. O gatinho toma consciência de que precisará fazer uma perigosa busca por uma flor laranja, a única coisa capaz de trazer sua irmã de volta ao normal.


Patriotismo ou Rito de Amor e Morte

Direção: Yukio Mishima
Duração: 30 minutos
Gênero: Drama

Sinopse: Um tenente é coagido por seus camaradas militares a assassinar amigos considerados traidores da nação após um golpe de estado. Incapaz de trair a si mesmo, ele comete suicídio e, como tal, sua esposa fiel e voluntariamente submissa faz o mesmo, num ritual que em que não somente sangue jorra nas paredes, como também o mais belo sentimento já descrito por um artista.



17-06 Osu e Ran

Osu
Direção: Osamu Tesuka
Duração: 3 minutos
Gênero: Animação

Sinopse: Um gato é frustrado pelo seu dono que está sentado no chão agoniando com a espera de algo, impedindo o gato de seu divertimento.



Gênero: Épico

Sinopse: Japão, século XVI. Hidetora (Tatsuya Nakadai), o poderoso chefe do clã dos Ichimonjis, decide dividir em vida seus bens entre seus três filhos: Taro Takatora (Akira Terao), Jiro Masatora (Jinpachi Nezu) e Saburu Naotora (Daisuke Ryu). Com o primeiro fica a chefia do feudo, as terras e a cavalaria. Os outros dois ficam com alguns castelos, terras e o dever de ajudar e obedecer Taro. No entanto, Hidetora exige viver no castelo de alguns deles, manter seus trinta homens, seu título e a condição de grão-senhor, mas Saburu, o predileto, prevendo as desgraças que viriam com tal decisão, se mostra contrário à decisão paterna. Assim é expulso do feudo e acaba sendo acolhido por Nobuhiro Fujimaki (Hitoshi Ueki), que se mostra impressionado com sua decisão de contrariar o pai e casa-o com sua filha. Hidetora vai ao seu castelo, que agora é de Taro, e não é bem recebido, pois seu primogênito é encorajado por Kaede (Mieko Harada), sua mulher, para ter liberdade para tomar decisões e chefiar o feudo. Kaede quer vingar a morte dos pais, que foram mortos por Hidetora em um incêndio, e guarda muito rancor e igual rejeição. Hidetora sente isso quando vai ao castelo de Jiro e assim se vê isolado em seu ex-império e bem próximo da insanidade.



*Informações do site Filmow

nos ajude a aumentar nossos algoritmos nas redes sociais: