ESPETÁCULO INFANTIL “AS FABULOSAS VIAGENS DE FREDERICO” ENTRA EM CARTAZ NO PRÓXIMO DIA 20, NA CASA DE CULTURA JONAS E PILAR, EM BUERAREMA



As Fabulosas Viagens de Frederico, de Daniel Stivson, dirigida por Gideon Rosa é o primeiro espetáculo infantojuvenil montado pela Casa de Cultura Jonas e Pilar, em Buerarema. Suas primeiras exibições aconteceram em junho deste ano, e ele entra novamente em cartaz com apresentações nos dias 20, 21, 27, 28 de julho e 03 e 04 de agosto, na sede da Casa, sempre às 17h. Entrada R$10 e R$5.

A peça que fala da importância da educação na vida das crianças e estimula a leitura e já ganhou a simpatia da criançada de Buerarema e região, é dinâmica e lúdica, onde os personagens convidam as crianças a participarem da história. Em seu elenco há artistas em pernas-de-pau e é repleto de músicas, compostas especialmente e cantada  ao vivo, pelo próprio compositor, e tem personagens do mundo infantil como Frozen e Pinóquio.

Esta montagem integra o programa de Difusão da Dramaturgia Regional, cujo objetivo é valorizar e divulgar os dramaturgos da região grapiúna, e faz parte do Projeto de Ações Continuadas da Casa de Cultura Jonas e Pilar com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.

Gideon destaca que o teatro da Casa de Cultura, é um teatro de bolso, com 80 lugares, que funciona de forma regular e serve como instrumento de educação, e sobretudo de comunicação, que visa  educar plateias e estimular leitura. “Fomos muito bem sucedidos quando optamos em usar o teatro para se comunicar com a comunidade, e ela respondeu bem”, relatou o diretor.

Ele conta ainda que  criação do Programa de Difusão da Dramaturgia Regional se deu devido à grande tradição literária  existente na região e, podendo ele dar oportunidades a muitos dramaturgos. “Esse projeto em Buerarema, permite que tenhamos uma voz para falar regionalmente de diversas questões, no qual cidades maiores como Itabuna e Ilhéus têm sido omissa nesse sentido”, afirmou Gideon Rosas.