Seminário sobre a Água em Buerarema: Embasa alerta a comunidade local

  Sem projeto de saneamento, Buerarema poderá perder verbas





            Excelente a qualidade dos palestrantes  no seminário sobre a água promovido pela Embasa a convite do Instituto Macuco Jequitibá, em Buerarema.    Destinado prioritariamente às autoridades locais, o seminário também teve a presença de algumas pessoas da comunidade e  ficou muito claro que a partir de dezembro de 2016,  Buerarema perderá acesso a qualquer verba de saneamento se não fizer o projeto do setor.  Na região sul da Bahia apenas a cidade de Camacã já concluiu o projeto.
            Os técnicos chamaram a atenção principalmente para a urgência em se realizar o projeto tendo em vista que devido a sua complexidade são necessários no mínimo 12 meses para sua elaboração. Logo, se iniciado hoje, ele só estaria pronto em abril do ano que vem, pouco antes do início do processo eleitoral.
            A Embasa trouxe ainda informações sobre a qualidade da água distribuída em Buerarema e também abordou a necessidade do processo educativo da população no que se refere ao uso racional da água.  Com presença maciça da comunidade de São José da Vitória – lugar onde é feita a captação da água distribuída em Buerarema – houve grande preocupação no que se refere a manutenção dos mananciais do rio Una, que corta aquela cidade e nasce na área de proteção da Serra das Lontras.